Marketing e Operações: como a integração das áreas pode ajudar o seu negócio

Nos dias de hoje, devido à grande competitividade que existe no meio corporativo, as empresas devem ser cada vez mais ágeis na tomada de decisões estratégicas para que possam se destacar em meio à concorrência.

Essa agilidade está diretamente ligada ao que ficou conhecido como integração interfuncional, que nada mais é do que a sincronia e o diálogo entre as diversas áreas que formam uma organização. Isoladas, elas dificilmente conseguirão atuar da forma mais eficiente possível, mas, quando alinhadas a uma estratégia comum, elas podem melhorar consideravelmente a performance do negócio.

Infelizmente, o que vemos na prática é justamente o oposto. A instabilidade do mercado e a escassez dos recursos internos frequentemente afetam a harmonia interfuncional, gerando conflitos que acabam reduzindo a visibilidade gerencial e atrapalhando o desempenho da empresa como um todo. Nesse caso, é importante buscar novas táticas que possam facilitar o alinhamento.

A Integração entre Marketing e Operações

Essas são duas áreas muito importantes para o sucesso do negócio e que precisam estar bem alinhadas entre si. O motivo disso é que, para satisfazer as expectativas dos clientes da melhor forma possível, deve haver coerência entre o que foi prometido pelo marketing e o que foi efetivamente entregue pelo setor operacional.

A principal questão que une as duas áreas é o equilíbrio entre a oferta e a demanda de produtos. Marketing estuda e apresenta as exigências do mercado, enquanto as operações ficam encarregadas de atender essas exigências, da melhor forma possível, levando em conta os recursos da empresa.

Além dessa, outras questões podem ser identificadas como “pontos de contato” entre as duas áreas, dentre elas a capacidade produtiva, a escolha de tecnologia, os sistemas de gestão, a definição do público-alvo, do portfólio de produtos e da estratégia de precificação, além das eventuais promoções e da escolha dos canais de distribuição.

Os benefícios do alinhamento

A lista dos benefícios conquistados através do alinhamento entre marketing e operações é grande, mas vamos focar em alguns pontos que podem ser considerados os mais importantes:

1. Disponibilidade do produto

Como já mencionamos antes, é através da integração entre marketing e operações que se pode controlar os fluxos de produção e demanda das mercadorias, de acordo com as informações coletadas no mercado. Baseados nessas informações, que são coletadas pelo setor de marketing, os funcionários do setor operacional são capazes de planejar de que forma alocar os recursos para suprir a demanda futura.

2. Embalagens e promoções

O marketing pode preparar campanhas promocionais ou embalagens especiais para uma determinada data, com o objetivo de impulsionar as vendas ou melhorar o posicionamento da marca. Para isso, é fundamental que haja um alinhamento com o setor de operações, pois as datas e quantidades produzidas devem ser planejadas com exatidão, do contrário, a campanha pode acabar e ainda haver embalagens promocionais no estoque, fazendo com que a empresa tenha prejuízo.

3. Inovação e lançamento de produtos

O mundo está em constante transformação e as demandas do consumidor não são exceção a essa regra. Diariamente, são desenvolvidos novos produtos para atender às crescentes necessidades da população. Por isso, a empresa deve se manter sempre atualizada e buscar a inovação continuamente, pois somente assim ela se manterá competitiva.

É através da análise do marketing sobre o mercado e suas necessidades que o setor de operações consegue planejar sua produção de modo a ajustá-la às novas tendências, mantendo o portfólio de produtos atualizado e coerente com os desejos dos consumidores.

Por último, mas não menos importante, a entrega de valor aos clientes é essencialmente interfuncional, e, no cenário competitivo em que vivemos, ela é crucial para a sobrevivência da empresa. É evidente, então, a relevância da visibilidade gerencial e do compartilhamento de informações entre as diversas áreas da empresa para garantir a melhor experiência de compra possível ao consumidor.

Felizmente, já existem ferramentas tecnológicas que auxiliam, e muito, os gestores na árdua tarefa que é a administração de um negócio. Assista o case da Casa América e confira de que forma uma ferramenta de gestão eficiente pode contribuir para o sucesso do seu negócio.

Receba os conteúdos desenvolvidos pelos nossos especialistas: